Festas Juninas

Antigamente, os povos que viviam da agricultura no hemisfério norte festejavam a época da colheita em junho. Eles acendiam fogueiras, dançavam e cantavam para seus deuses. Esta era a maneira de homenagear a natureza que tinha sido generosa, oferecendo-lhes alimento.

Séculos depois, a igreja católica converteu estes povos à religião cristã. Mas eles não abandonaram as festas de junho e passaram a homenagear da mesma maneira os santos católicos (Santo Antônio – 13 de junho; São João – 24 de junho; São Pedro – 29 de junho) ao invés dos seus antigos deuses.

As festas juninas – que recebem esse nome por acontecerem no mês de junho – espalharam-se por outros países. Aqui, no Brasil, elas foram trazidas pelos portugueses, porém receberam a influência do homem brasileiro do campo, o caipira. Por isso, durante essas festas, usamos roupas como as dos camponeses, imitamos seu jeito de falar e fazemos suas comidas e bebidas típicas: canjica, bolo de milho, pé-de-moleque, batata doce assada, quentão, …

Curiosidade:

A dança típica das festas juninas é a quadrilha. Ela teve origem nos salões reais europeus, especialmente na França, no século XIX.

(Texto adaptado)

Comments

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s